GEODIREITO

 

“A questão ética no aproveitamento de desgraças deve estar presente. Falar que o desastre movimenta a economia dá a entender que é bom para todos, quando essa renda é apenas concentrada em determinados setores”
Fernando Nadal Junqueira Villela, professor de Geografia Física da USP
“Neste rico contexto, em que a geoinformação ganha rapidamente ares de essencialidade enquanto bem de domínio público, os profissionais deste setor, notadamente agrimensores, engenheiros cartógrafos, geógrafos, topógrafos e muitas outras formações, vêm a público para defender uma bandeira em comum, que é a construção do setor de geoinformação brasileiro, por meio de uma renovação do modelo existente com o objetivo a busca de uma política pública setorial adequada, interoperável, moderna e acessível, trazendo elementos supraprofissionais à sociedade que buscará, cada vez mais, a justiça e cidadania projetada no território, com mapas e normas adequados às demandas da sociedade brasileira.”
Manifesto por uma Política Pública de Geoinformação brasileira



Copyright 2008-2017 - Todos os Direitos Reservados
igd@geodireito.com