GEODIREITO
Direito Administrativo Geográfico
Planejamento e gestão territorial
Perícia Geográfica
Regulação e legislação geográfica
Relações Governamentais

 

Angola: Comissão define critérios para cartografia geológica

01 Mai 2017



A Comissão Multissetorial do Plano Nacional de Geologia e Minas (PLANAGEO) criou a Comissão Estratigráfica para constituição da Comissão Nacional para a Estratigrafia de Angola, anunciou ontem, em Luanda, o ministro da Geologia e Minas na abertura do Seminário sobre “A Harmonização da Nomenclatura da Coluna Estratigráfica de Angola”.

Francisco Queiroz disse que a Comissão agora criada está inserida no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2013-2017 e tem como tarefa a definição dos critérios estratigráficos a serem adaptados para a cartografia geológica nacional, tendo como opções os critérios internacional e Regional da Comunidade do Desenvolvimento dos Países da Á­frica Austral ( SADC).

A comissão tem a missão de oficiar a Legenda Única das novas cartas geológicas, a diferentes escalas incluindo as formações mais antigas do país. Como desafio, afigura-se importante a redefinição e respectiva correlação estratigráfica entre as formações geológicas das quatro bacias marinhas da orla costeira angolana, a definição das características das areias do deserto do Kalaari, com uma cobertura de 40 por cento da área total do território com a pesquisa do melhor método de estudo. Francisco Queiroz considerou também importante o conhecimento das formações do Karoo, não só por serem guias indirectos para a prospecção diamantífera, como também pelo seu potencial em gás natural, a exemplo das descobertas recentes nas bacias interiores da África do Sul.

A comissão vai cobrir a lacuna assente na falta de um órgão científico nacional correspondente à comissão Internacional de Estratigrafia, por existir apenas o registo de uma iniciativa da ex-Companhia de Petróleos de Angola “Petrangol”, visando a criação de uma Comissão Estatigráfica.

O ministro sublinhou a importância de a comissão  exercer uma sistemática e competente fiscalização de todo o trabalho apresentado pelas operadoras do PLANAGEO, no sentido da homogeneização e interpretação dos dados apresentados, para a sua integração à escala do país.

O encontro abordou temas como "Traços Gerais da Estratigrafia do Paleozóico e Mesozóico do NE de Angola, Ciclos na sedimentação cenozoicos na bacia interior de Angola “Kalaari”, A evolução das Bacias Litorais e Tentativas de Homefenizaçao da Estratigrafia e a Metodologia para a Legenda Única.


Fonte: Jornal de Angola



Copyright 2008-2017 - Todos os Direitos Reservados
igd@geodireito.com